Conscientização

CAMPANHA

Blitz encerra Semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual

Programação contou com diversas atividades educativas para conscientizar população

Publicado em: 17/05/2019 por Maria Almeida

Secretaria de Desenvolvimento Social

Blitz encerra Semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual

Equipe participa ainda de um passeio ciclístico organizado pela Vara da Infância e da Juventude (Foto: Edmara Silva)

Na manhã dessa sexta feira, das 8h às 11h, foi realizado um pit stop com entrega de panfletos e plotagem de adesivos da campanha de Combate e Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Atividade encerrou programação realizada pela Prefeitura, que iniciou dia 13 e contou com capacitação, palestras e orientações em diversos pontos da cidade.

No entanto, neste sábado, equipe participa ainda de um passeio ciclístico organizado pela Vara da Infância e da Juventude, também alusiva campanha que remete ao 18 de maio - dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Concentração acontece a partir das 16h em frente ao Fórum Henrique de Lá Roque, Rua Rui Barbosa, Centro.

Ações tem o objetivo de incentivar a prevenção e enfrentar o crime, que é recorrente em todo o Brasil. Dados da Secretaria de Direitos Humanos, mostram que é assustador o número de casos. Por isso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos.

“Só este ano já recebemos 169 denúncias, sendo que 69 casos foram confirmados pela justiça. Com as articulações visamos proteger as vítimas e responsabilizar os agressores, bem como conscientizar a população sobre formas de identificar e denunciar os casos suspeitos" explica a coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social, CREAS, Jucilene Reis.

Ela  ressalta ainda que o grande problema para o enfrentamento ao crime ainda é o silêncio. “Estatísticas mostram que mundialmente as vítimas continuam sendo abusadas por familiares, são coagidas, ameaçadas e não conseguem ver um saída, por isso é necessário alertar aos adultos  e  conscientizar as crianças sobre o que caracteriza o abuso e como reagir”, ressalta.

Conscientização

Apaixone-se por Imperatriz