Desenvolvimento Econômico

ESTRATÉGIAS

Prefeitura e IBGE incentivam desenvolvimento local

Informações coletadas no censo serão utilizadas para planejamento de políticas públicas

Publicado em: 12/01/2018 por Luana Barros

Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Prefeitura e IBGE incentivam desenvolvimento local

Reunião apresentou os trabalhos já realizados pelo censo agropecuário (Foto: Divulgação)

Secretarias que compõe o governo de Imperatriz participaram da segunda reunião da Comissão Municipal de Geografia e Estatística, CMGE, no auditório da Secretaria de Educação nesta sexta-feira, 12. O colegiado, que acompanha os trabalhos do censo agropecuário, é composto por integrantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, órgãos públicos, Instituições de Ensino Superior, Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão, AGED – Maranhão e setores da sociedade civil organizada.

Eduardo Sousa Soares, secretário de Desenvolvimento Econômico de Imperatriz ressaltou a importância da participação do Município nesta comissão. “Representando o prefeito Assis Ramos, nesta reunião, falamos da importância do trabalho do IBGE e da Prefeitura alinhados. O levantamento de informações estratégicas sobre a cidade nos possibilita o planejamento de políticas públicas para o desenvolvimento local”.

O secretário explicou, ainda, que atualmente o IBGE realiza o censo agropecuário, mas que em 2020 será realizado o censo demográfico que dará suporte para a Prefeitura, com informações precisas sobre todos os setores da economia da cidade. “Imperatriz é o maior centro de distribuição de insumos agropecuários da região. Com os dados coletados pelo censo, poderemos perceber a melhora significativa no Índice de Desenvolvimento Humano, IDH" - destacou..  

Wellington Georges Costa da Silva, coordenador estadual das comissões municipais de geografia e estatística e gestor regional do IBGE de Imperatriz afirma que a reunião é para apresentação parcial do andamento dos trabalhos, que já estão 71% finalizados  na cidade. "Apresentamos os instrumentos de coleta que utilizamos e também o método de crítica dos dados que, agora, utilizamos durante os trabalhos” - detalhou.

O coordenador também explicou que esta é a segunda reunião para tratar do censo agropecuário e que as informações são sigilosas, pois serão divulgadas de forma agregadas para a execução de políticas públicas diversas. Será realizada ainda uma terceira reunião em março onde serão apresentados dados preliminares. “A comissão é um espaço de transparência e acessibilidade ao IBGE para melhor validar as informações. Temos parceria com a Prefeitura que disponibiliza locais para os treinamentos, encontros e apoio logístico. Todas as áreas da sociedade participam para dar transparência à coleta”.

Desenvolvimento Econômico

Apaixone-se por Imperatriz