Diálogo

Diálogo

Encontro tira dúvidas sobre doenças mentais

Depressão está entre as cinco doenças mais comuns.

Publicado em: 11/10/2017

Saúde

Encontro tira dúvidas sobre doenças mentais

Profissionais da saúde mental em uma bate-papo com acadêmicos de enfermagem

Criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para alertar a sociedade sobre os transtornos que afetam as pessoas, o Dia Mundial da Saúde Mental foi lembrado nesta terça-feira, 10, em Imperatriz.

No auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a equipe da rede de saúde mental tirou dúvidas dos acadêmicos do Curso de Enfermagem da Devry Facimp e outros segmentos sociais sobre o tema.

“Nos propomos a falar um pouco sobre o que é a saúde mental, quais foram as modificações que ocorreram e qual é a situação da saúde mental no nosso pais”, detalhou a coordenadora da rede de saúde mental, Maria Aparecida Alves.

No encontro, o médico do Centro de Atenção Psicossocial (CAPs III) e Centro de Atenção Psicossocial A-D, Antonio Soares, fez questão de alertar sobre o suicídio, comportamento que vem crescendo na sociedade. Ele disse que, em muitos dos casos, a família pode ajudar a evitar o suicídio se ficar atenta ao comportamento e levar a pessoa para atendimento especializado.

“Quando a pessoa tenta se matar ela está fazendo um pedido de socorro, porque se não for feito nada, na próxima já pode ser tarde”, revelou o psiquiatra em resposta a uma pergunta. Ele acrescentou que as mulheres costumam tentar mais contra a própria vida, mas são os homens quem morrem mais por usar técnicas mais letais.

O profissional lembrou que a depressão é a doença que contribui decisivamente para o suicídio e chamou a atenção para a necessidade das famílias ficarem atentas aos sinais que a pessoa com depressão pode apresentar como o isolamento, principalmente, no caso de jovens, a falta de prazer em sair para se divertir ou trabalhar, entre outros sinais.

O evento, que teve um tom informal como bem sugere o nome “Café Literário”, agradou a estudante Mayara Bogea dos Santos de Sousa que disse ter aprendido um pouco mais como lidar com pacientes com algum transtorno mental.

“Nós enquanto enfermeiros estamos em contato direto com os pacientes e este encontro foi muito importante porque como o primeiro contato vem de nós, é fundamental que saibamos identificar os transtornos antes que o paciente possa ter algum surto e tentar se ferir ou pessoas próximas”, frisou a estudante Raylene Silva, que está no oitavo período de Enfermagem.

Durante o evento, pacientes fizeram uma apresentação teatral e voluntários participaram de uma atividade cultural com a leitural de mensagens. Os profissionais, também, participaram do momento de descontração lendo uma quadrinha poetica.

 

Veja as cinco doenças mentais mais comuns:

  • Depressão;
  • Transtorno de ansiedade;
  • Transtorno Bipolar;
  • Uso de múltiplas substâncias;
  • Psicoses (exemplo: equizofenias).

 

Diálogo

Apaixone-se por Imperatriz