Esporte

INCLUSÃO SOCIAL

23ª edição do projeto Torcida Cidadã contempla alunos da Escola Madalena de Canossa

O iniciativa inclusiva já contemplou mais de 700 crianças e adolescentes do ensino municipal e de projetos sociais de Imperatriz

Publicado em: 31/05/2019 por Dema de Oliveira

Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude

23ª edição do projeto Torcida Cidadã contempla alunos da Escola Madalena de Canossa

O projeto atinge a marca de 740 crianças e adolescentes de baixa renda, de faixa etária de 9 e 15 anos (Foto: Patrícia Araújo)

A Secretaria de Esporte Lazer e Juventude, Sedel, realiza neste sábado, 1º de junho, será realizada a 23ª edição do projeto Torcida Cidadã, durante o jogo Imperatriz e Santa Cruz de Recife, válido pela 6ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro Série C. Os contemplados do projeto dessa vez são 30 alunos da Escola Madalena de Canossa, da rede Municipal de Ensino, localizada no Parque Sanharol, considerada um complexo educacional e esportivo.

Ainda aguardando os trâmites burocráticos da Confederação Brasileira de Futebol, CBF, nesta edição, os alunos não entrarão em campo com os jogadores, como de costume, e ficarão nas cadeiras cobertas em local devidamente reservado para eles, de onde assistirão o jogo. “A inclusão social é o principal objetivo do projeto Torcida Cidadã, e mesmo que os contemplados não entrem em campo, a inclusão é válida porque vão assistir a partida das cadeiras cobertas e receberão o mesmo tratamento que os demais participantes receberam nas demais edições”, avaliou o coordenador, Jocelim Magalhães.

Criado pela Prefeitura Municipal de Imperatriz, o Projeto Torcida Cidadã, realizou sua primeira edição em uma partida Imperatriz e Sampaio Corrêa, pelo Campeonato Maranhense daquele ano. Contando com esta edição, o projeto atinge a marca de 740 crianças e adolescentes de baixa renda, de faixa etária de 9 e 15 anos, atendidas por essa iniciativa de inclusão social.

O projeto conta com as parcerias da empresa River Refrigerantes, que fornece os refrigerantes; a Secretaria Municipal de Educação, Semed, que faz o transporte dos alunos e a Sociedade Imperatriz de Desportos, SID, que fornece lanches.

O secretário da Sedel, Eudes Feitosa, destacou o apoio do Prefeito Assis Ramos para a realização desse projeto, e agradece os parceiros pelos esforços para manter a realização das etapas. “Esse projeto é importante para a inclusão social de crianças e adolescentes de baixa renda, e vem sendo desenvolvido com apoio total do prefeito Assis Ramos e de nossos parceiros”, destacou.

Esporte

Apaixone-se por Imperatriz