Infraestrutura

MEDIDAS

Prefeitura lança Plano de Ações Preventivas de Inverno

Foram intensificados trabalhos de limpeza de bueiros, riachos, tapa-buracos, drenagens e recuperação de ruas dos bairros

Publicado em: 27/11/2019 por Gil Carvalho

Secretaria de Infraestrutura

Prefeitura lança Plano de Ações  Preventivas de Inverno

Prefeito Assis Ramos chancelou projetos, apresentou sugestões e diz que medidas visam reduzir impactos e transtornos causados durante o período chuvoso. (Foto: Edmara Silva)

O Plano de Ações Preventivas de Inverno, elaborado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra; Defesa Civil e Limpeza Urbana foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 27, ao prefeito Assis Ramos e à imprensa no gabinete da Sinfra. Medidas visam reduzir os transtornos e impactos durante o período chuvoso que se aproxima em Imperatriz.

Assis Ramos observa que foram intensificados os trabalhos de limpeza de bueiros, riachos, tapa-buracos, inclusive com três equipes durante o período diurno e uma noturna que aproveita o menor fluxo de veículos para produzir mais, construção de drenagem profunda, terraplanagem e pontes de concreto nos bairros. “Nós estamos com mais de 150 pessoas trabalhando diretamente nestas frentes de serviços que atuam nas ações preventivas do período invernoso em Imperatriz”, garante.

Ele assinalou que o Município conseguiu alocar recursos junto ao Governo Federal para que, em caso de enchente, a exemplo da ocorrida em abril deste ano, não depende somente da solidariedade da população e a entidades de classes. “Nós chancelamos todos os projetos que foram apresentados pelos gestores das pastas, onde aproveitamos para apresentar outras sugestões para diminuir o impacto das chuvas neste próximo”, reiterou.

Assis Ramos ressalta que “é dever da Prefeitura se preparar, mais ainda, na tentativa de diminuir os impactos e os transtornos à população das áreas ribeirinhas dos riachos que cortam a cidade. Eu não estou dizendo que não haverão transtornos, mas vai depender do volume de chuvas, pois não é ação dessa natureza que vai acabar com transtornos de uma cidade que tem 167 anos”, avalia.

O superintendente de Proteção e Defesa Civil, Josiano Galvão, diz que “a cidade passou, em abril deste ano, por um fato inusitado com a enchente do riacho Cacau que deixou centenas de pessoas desabrigadas, histórico que, repentinamente, nunca havia acontecido nestes últimos anos em Imperatriz. Foram mais de 120 milímetros de água e vamos torcer para que este índice pluviométrico chegue entre 60 a 70 mm, que é no inverno a realidade de Imperatriz”, acrescenta.

Ele afirmou que a Defesa Civil tem se preparado, juntamente com a Sinfra, para organizar o local de acolhimento das famílias, caso haja necessidade durante o período chuvoso, além de realizar o monitoramento diário do nível dos riachos que cortam a cidade de Imperatriz. “Temos realizado visitas aos moradores que foram atingidos pelas chuvas com objetivo de alertá-los sobre os procedimentos que devem ser adotados em situação de enchente”, contou.

O secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho, reiterou “a preocupação do prefeito Assis Ramos em viabilizar condições para reduzir os impactos das chuvas, como por exemplo, a construção de mais de 1300 metros de galeria de drenagem profunda no Parque Alvorada I, um dos bairros que foi atingido pela enchente do riacho Cacau”.

Ele falou ainda que ações de drenagens, pontes e terraplanagem foram realizadas na Vila Ipiranga, outro bairro que ficou praticamente devastado pelas chuvas de abril deste ano. “Foram recuperadas as ruas do bairro com piçarramento e a prefeitura executa atualmente obra de substituição de manilhas na Rua 4 por uma ponte com vigas de concreto pré-moldados”, disse.

Infraestrutura

Apaixone-se por Imperatriz