Juventude

RESSOCIALIZAÇÃO

Creas inicia ciclo de orientações para adolescentes sob medidas socioeducativas

Até o momento 82 jovens foram encaminhados para iniciar cumprimento de medidas em 2019

Publicado em: 20/02/2019 por Maria Almeida

Secretaria de Desenvolvimento Social

Creas inicia ciclo de orientações para adolescentes sob medidas socioeducativas

Evento contou com participação de famílias e adolescentes que irão cumprir medidas de liberdade assistida e prestação de serviço à comunidade (Foto: Divulgação)

Com participação de membros da justiça e da comunidade, bem como das famílias e adolescentes, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, por meio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social, Creas, realizou na manhã desta quarta feira, 20, no auditório da UFMA Centro, o primeiro encontro de 2019 das medidas socioeducativas em meio aberto.

O evento recepcionou jovens que irão cumprir medidas de liberdade assistida e prestação de serviço à comunidade no decorrer deste ano. Durante atividade foi explanado o modelo de atendimento que o Município disponibiliza para incentivar a quebra do preconceito e facilitar a inserção desses jovens no mercado de trabalho

“Aproveitamos a oportunidade para mostrar como funciona esse processo e de que forma ele pode ser melhorado com a participação de todos, pois as pessoas precisam saber como elas podem contribuir para que estes adolescentes sejam de fato ressocializados e não retorne ao mundo do crime ao cumprir suas medidas”, explicou o  coordenador das Medidas Socioeducativas, Ariston Nogueira de França.

Medidas Socioeducativas são aplicáveis a adolescentes autores de atos infracionais e estão previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Pela Assistência Social, as medidas podem ser executadas na modalidade liberdade assistida ou prestação de serviço à comunidade e são alternativas à internação para os casos menos graves, de acordo com análise do juiz da Infância e da Juventude.

Até o momento em Imperatriz, 82 jovens entre 12 e 18 anos devem cumprir medidas socioeducativas em 2019, seja em liberdade assistida (LA) ou prestação de serviço à comunidade (PSC). O serviço é executado pelos municípios, que recebem o acompanhamento e o cofinanciamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS).

Juventude

Apaixone-se por Imperatriz