Políticas públicas para a mulher

BALANÇO

Secretaria da Mulher registra 249 atendimentos nos serviços do CRAM

Dados revelam as ações entre os meses de janeiro a junho de 2021

Publicado em: 02/08/2021 por Islene Lima

Secretaria de Políticas para Mulher

Secretaria da Mulher registra 249 atendimentos nos serviços do CRAM

O horário de funcionamento para atendimento presencial no CRAM é das 8h às 18h, sem intervalo. (Foto: Assessoria)

De forma presencial ou remota, os serviços voltados para apoio, acompanhamento e denúncias de mulheres em situação de violência foram intensificados desde o início da pandemia. E, durante os seis primeiros meses de 2021 não foi diferente. De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Políticas Para Mulher (SMPM) foram registrados 249 atendimentos, de janeiro a junho em Imperatriz.

De acordo com a secretária Eva Messias, os dados são referentes aos atendimentos do Centro de Referência e Atendimento à Mulher (CRAM) que oferta, através de uma equipe multidisciplinar, serviços do setor jurídico, psicológico, social, encaminhamentos à rede de apoio, cursos profissionalizantes, entre outras ações de enfrentamento da violência contra a mulher.

A secretária explica que durante esses seis meses, além dos atendimentos diretos, a SMPM buscou parcerias no sentido de capacitação, empoderamento e oportunidades no mercado de trabalho para as mulheres assistidas no CRAM. 

“São seis meses de luta, encorajamento, oportunidade, conversas, apoio, denúncias, palestras e infelizmente de perdas. Algumas mulheres que tiveram sua vida ceifada, outras se viram agredidas verbalmente, psicologicamente e fisicamente durante esse tempo. O trabalho de conscientização e punição mais do que nunca deve ser constante não só da nossa equipe e da rede, mas de toda sociedade”, afirma Eva.

Balanço mostra ainda que 147 novas mulheres buscaram os serviços do CRAM, e 102 continuaram ou retornaram aos atendimentos. A maioria buscou apoio psicológico, sendo 183 mulheres atendidas pelo setor. 

Para denúncias e atendimentos, o CRAM tem o telefone (99) 99193-1717. Também é disponibilizado em todo território nacional o 180 e o 190 da Polícia Militar. 

Políticas públicas para a mulher