Saúde

PREVENÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO

Blitz do Outubro Rosa é realizada no Sebastião Régis

Objetivo é informar o maior número de pessoas sobre a importância da campanha

Publicado em: 09/10/2019 por Kalyne Cunha

Secretaria de Saúde

Blitz do Outubro Rosa é realizada no Sebastião Régis

Ações da campanha, Entre de peito nessa Luta, seguem pelos bairros e povoados da zonas rural. (Foto: Edmara Silva)

Campanha de prevenção ao câncer de mama e colo do útero, Outubro Rosa, segue agenda nesta quarta-feira, 9, no Conjunto Habitacional Sebastião Régis. A ação realizada pela Prefeitura de Imperatriz, com o apoio da Associação de Moradores do bairro, tem objetivo de conscientizar a população sobre a prevenção do câncer. Como forma de divulgar informações voltadas à temática foram distribuídos adesivos, panfletos e preservativos.

Ações da campanha realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, Semus, que tem por tema, Entre de Peito nessa Luta segue nas Unidade Básica de Saúde, UBS, dos Três Poderes e Parque do Buriti. Temas como Psicologia frente ao Diagnóstico de Câncer de Mama; rodas de conversa com profissionais do Núcleos de Apoio à Saúde da Família, Nasf, sobre o Empoderamento Feminino; Bem-estar e Promoção da Saúd, foram trabalhados na comunidade. Reforçando a abordagem, a UBS continua com serviços na área da saúde da mulher, com Prevenção do Colo do Útero, PCCU, mamografia e o exame clínico das mamas. Para ter acesso aos serviços é preciso apresentar documento de identidade com foto, cartão do Sistema Único de Saúde, SUS, e comprovante de residência.


Para a coordenadora da Atenção Básica, Sormanne Branco, “os serviços do Outubro Rosa, realizados pela Secretaria  de Saúde estão  distribuídos estrategicamente nas Unidades Básicas de Saúde. Objetivo é atingir um maior número de público sobre a importância da prevenção e o diagnóstico precoce da doença. A saúde da mulher é uma das preocupações da gestão do prefeito Assis Ramos”.

No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer, Inca,  foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres. Os sinais  e sintomas da doença são caroço indolor nas mamas, mudanças da pele da mama ficando avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. 

Mulheres a partir do primeiro ciclo menstrual já podem fazer o autoexame das mamas, pois o quanto antes a doença for diagnosticada, maior são as chances de cura. Sobre a mamografia, o Ministério da Saúde adverte que mulheres a partir de 40 anos devem fazer o exames a cada dois anos, mas o ideal é que seja realizado anualmente, pois o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete a população brasileira.

Saúde

Apaixone-se por Imperatriz