Saúde

PREVENÇÃO

Campanha antirrábica é intensificada na zona rural e urbana

Inicialmente foram ofertadas 7 mil doses da vacina que previne o vírus da raiva

Publicado em: 09/10/2019 por Kalyne Cunha

Secretaria de Saúde

Campanha antirrábica é intensificada na zona rural e urbana

Além da vacina antirrábica, cães e gatos são consultados por um médico veterinário. (Foto: Edmara Silva)

Conjunto Habitacional Sebastião Régis recebe ação de vacinação, nesta quarta-feira, 9, contra raiva e consulta de animais. Ação é realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, Semus, e faz parte da Campanha de Vacinação Antirrábica iniciada em, 28 de setembro. Doença está controlada há mais de 30 anos no Brasil, a vacina tem objetivo de imunizar cães e gatos para a prevenção, oferecendo uma cobertura vacinal em 100% dos bairros, totalizando as zonas rural e urbana .

O prefeito em exercício, Alex Nunes Rocha, esclarece que, “a Secretaria Municipal de Saúde,  por meio da Unidade de Zoonoses está bem empenhada nessa ação dando continuidade à campanha vacinando e consultando cães e gatos. Já estivemos aqui no Sebastião Régis e voltaremos em novembro com mais mil doses. Cuidar da saúde dos animais é também cuidar da saúde das pessoas, já que a transmissão da raiva do animal infectado para o homem acontece através de mordida, arranhões ou contato de secreções ou excrementos”.

O coordenador da Unidade de Vigilância em Zoonoses, UVZ, Paulo Henrique, enfatiza que a cobertura vacinal já alcança os bairros. “Foram disponibilizadas 7 mil doses, onde 99% da população de animais da zona urbana foram atingidos, já na zona rural foram contemplados 90%. A partir do dia 16 de outubro receberemos novas doses para bairros que ainda não foram contemplados com a ação. Toda a zona urbana e rural de Imperatriz receberá essa vacina”, explica.

Para o morador do bairro Dhony Souza, auxiliar de pedreiro, 41 anos, “a ação é importante para a saúde e bem-estar dos animais, além de facilitar nossa deslocação, já que os serviços são realizados no próprio bairro. O presidente da Associação de Moradores nos avisou sobre as vacinas, trouxe o Rabisco, cachorro, para consultar e vacinar e foi detectado fungos em suas patas”.

Causada por um vírus, a  doença afeta a maioria dos mamíferos que apesar de controlada, causa preocupações, pois é considerada incurável e a taxa de mortalidade é de quase 100%. Animais infectados apresentam sinais como a grande mudança no comportamento, aumento da agressividade atacando animais e pessoas, salivação intensa e abstinência quanto qualquer tipo de alimentação.No estágio final da doença, ocorrem convulsões e paralisias.

A vacina imuniza o animal durante o período de um ano e pode ser vacinado a partir de três meses de vida, inclusive fêmeas grávidas ou que estejam amamentando. Para as pessoas que ainda não vacinaram seu cachorro ou gato, doses da vacina estarão disponíveis  a partir do dia 16 de outubro, na Unidade de Vigilância em Zoonoses, localizada na BR - 010, s/nº, próximo ao Bairro Conjunto Vitória, ao lado do posto fiscal.






 

Saúde

Apaixone-se por Imperatriz