Notícias

EDUCAÇÃO

Setran realiza palestra com proprietários de carros de som

Fiscalização tem início a partir de 1º de Fevereiro

Publicado em: 24/01/2020 por Dema de Oliveira

Secretaria de Trânsito e Transportes

Setran realiza palestra com proprietários de carros de som

Na palestra, foram apresentados temas como cidadania, legislação de trânsito, direção defensiva e meio ambiente (Foto: Edmara Silva)

A Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte, Setran, realizou na manhã de hoje no auditório do Estádio Frei Epifânio, palestra com a participação de proprietários de carros de som. Capacitação tem apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semmarh, Ministério Público e Comitê da Cidadania e tem como público alvo proprietários de carros que não participaram do mesmo evento ano passado.

Teresinha Miranda, coordenadora de Educação para o Trânsito da Setran, definiu o evento como uma roda de conversa para que haja respeito às normas e regras de trânsito. Na palestra, foram apresentados temas como cidadania, legislação de trânsito, direção defensiva e meio ambiente. “O que observamos é que os proprietários ou permissionários de carros de som não costumam respeitar a legislação de trânsito, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro”, destacou. 

Chefe de Transporte da Secretaria Municipal de Trânsito, Alcione Bueno, falou aos presentes sobre o que é certo e o errado no trânsito. “É importante essa palestra, porque já tem pessoas com mais de 30 anos trabalhando no ramo e a gente sabe que a sociedade está em um mundo de evolução e de muitas mudanças e no trânsito não é diferente. Essa capacitação foi importante, porque passamos para eles o que é certo e o que é errado, para que depois possamos cobrar”, destacou Alcione Bueno.

Quem também participou do evento como palestrante, foi o secretário adjunto da Semmarh, Flavio Oliveira, que falou sobre a “importância dos carros estarem rigorosamente com o som dentro do permitido para que não seja caracterizado como poluição sonora. De acordo com o meio ambiente o volume permitido a carros de som é de 85 decibéis”.

José Roberto participou do evento e afirmou que a “palestra foi muito importante, porque sou novato no ramo e através desse trabalho já vou começar sabendo das normas e das regras de como se pode trabalhar, na forma correta, dentro da lei”.

Francisco Soares, outro que fez parte do público alvo da palestra, está no ramo desde 1972 e destacou que “essa palestra serviu muito porque é sempre bom que todos fiquem bem informados, para que siga corretamente. Direito tem, quem direito anda, o evento foi muito esclarecedor”.

De acordo com a coordenadora de Educação para o Trânsito, Teresinha Miranda, a fiscalização aos carros de som inicia a partir do dia 1º de fevereiro. 

 

Notícias

Apaixone-se por Imperatriz