Vistoria

MEIO AMBIENTE

Semmarh realiza vistoria técnica na obra de duplicação da BR-010

DNIT é orientado sobre medidas de proteção e prevenção do controle de erosão

Publicado em: 13/08/2019 por Léo Costa

Secretaria do Meio Ambiente

Semmarh realiza vistoria técnica na obra de duplicação da BR-010

Técnicos da Semmarh durante vistoria da obra (Foto: Divulgação)

Com objetivo de acompanhar o andamento das obras de duplicação da BR-010, perímetro urbano de Imperatriz, técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semmarh, realizaram vistoria técnica no trecho entre os quilômetros 247 e 259,8 da rodovia.

De acordo com o secretário adjunto do Meio Ambiente, Flávio Oliveira, a equipe busca acompanhar o andamento das obras e das medidas previstas nas leis e normas ambientais, tanto para prevenir quanto para remediar impactos. Também foram discutidos sobre o processo de renovação da Licença de Instalação, LI, buscando adequação conforme resolução 01/1986 do Conselho Nacional do Meio Ambiente, Conama.

“Durante a vistoria foram realizadas orientações em relação ao entulho produzido em decorrência da execução do projeto, indicamos a necessidade de proteções ambientais, bem como, de drenagens, buscando as devidas proteções estruturais”, disse Flávio Oliveira.

Os técnicos ambientais também orientaram o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, DNIT, sobre estrutura da ponte de concreto sobre o riacho Cacau. “Em relação às obras de artes especiais, exemplo a ponte sobre o riacho Cacau, houve orientação quanto ao controle e minimização da ação de processos de dinâmica superficial e medidas de proteção e prevenção quanto ao controle de processos erosivos. Existe também o cuidado com a questão socioeconômica, o assoreamento de corpos hídricos e tudo o que envolve fauna e flora”, completou.

Com investimentos do Governo Federal na ordem de R$ 207.523.603,26, segundo dados do DNIT, a nova pista, dentro da área urbana da cidade, vai aumentar a capacidade de fluxo com mais segurança aos condutores de veículos e pedestres, incluindo a implantação de sete viadutos.

Durante obra de duplicação será utilizada a faixa de domínio da BR-010, sendo 40 metros para cada lado, medidos a partir do eixo central da pista. A faixa de domínio faz parte da área de segurança de toda a rodovia e assim integra o patrimônio da União.

Conhecida popularmente como Rodovia Belém-Brasília, a BR-010 ou Rodovia Bernardo Sayão, é uma das principais rodovias federais do país. Com extensão de 1.959,6 quilômetros ela interliga Brasília (DF) à cidade de Belém (PA), passando pelos estados de Goiás, Tocantins e Maranhão.

Vistoria

Apaixone-se por Imperatriz