zoonoses

SERVIÇO

Unidade de Vigilância em Zoonozes comemora o dia do médico veterinário

Órgão trabalha para impedir a propagação de outras doenças como a leptospirose, leishmaniose e controle de dengue.

Publicado em: 09/09/2019 por Islene Lima

Secretaria de Saúde

Unidade de Vigilância em Zoonozes comemora o dia do médico veterinário

A Raiva é transmitida pela mordedura de um animal raivoso, a doença, quando não tratada, pode levar a pessoa ao coma e até ao óbito, fora os danos ao animal, que sofre muito. (Foto: Divulgação)

Em comemoração ao dia do Veterinário, 09 de setembro, a Prefeitura por meio da Unidade de Vigilância em Zoonozes, também celebra a data, divulgando as ações realizadas. O órgão atua para o bem-estar dos animais e da população, através do controle das zoonoses que são doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos, e na prevenção de epidemias.

Para o médico veterinário, Paulo Henrique, coordenador da Unidade de Imperatriz, essa data é de suma importância, visto que doenças e controle delas podem ser evitados se houver informação e mais esclarecimentos sobre o assunto.

“Nossa principal função é evitar doenças que podem acometer os humanos e animais. Trabalhamos principalmente na prevenção, por isso é tão importante que o dono do animal leve seu bichinho de estimação para tomar as vacinas corretamente, que dentre elas a principal é a Raiva, pois é uma doença 100% letal, que tanto o animal como homem podem vir a óbito”, explica

Para Fabiana Gomes, que suspeitava que seu animal estava com “Calazar”, a Unidade de Zoonozes foi uma alternativa muito eficaz. “As pessoas tem uma distorção muito equivocada do trabalho dos médicos veterinários da Unidade de Zoonozes, eu estava sem dinheiro para levar meu cão numa clínica veterinária, e minha única alternativa foi levá-lo para a unidade. Fui muito bem recebida, meu cachorro fez todos os exames necessários e além disso recebi informações para evitar doenças, tanto para as pessoas aqui de casa, como para o meu animal”, afirmou. 

Vale lembrar que o Centro de Zoonoses também trabalha para impedir a propagação de outras doenças como a leptospirose, toxoplasmose, histoplasmose, leishmaniose e controle de dengue. O veterinário Paulo ainda divulga que no dia 28 de setembro a equipe da Unidade de Zoonoses estará em todos os bairros da cidade para o dia D de vacinação contra a Raiva. “O intuito é vacinar 37 mil animais, 23 mil cães e 14 mil gatos, pois única maneira de prevenir é fazendo a vacinação, então marquem esse dia e não deixem de levar seu animal de estimação”.

Informações

Para consultas e exames de calazar, basta o proprietário levar o animal até a unidade que fica localizada na BR- 010, s/nº, próximo ao Bairro Conjunto Vitória. Em caso de resgate ou adoção, o interessado deve apresentar comprovante de residência e copia do seu documento de identidade.

Contato: (99) 99631-2604 

zoonoses

Apaixone-se por Imperatriz