Serviço

CERIMÔNIA

Cerca de 450 casais oficializam união na Beira rio

Projeto regulariza união e fortalece vínculo familiar

Publicado em: 11/07/2018 por Léo Costa

Secretaria de Desenvolvimento Social

Cerca de 450 casais oficializam união na Beira rio

Projeto regularizou união de 450 casais (Foto: Patrícia Araújo)

Cerca de 450 casais oficializaram, no final da tarde desta quarta-feira, 11, a união matrimonial no casamento comunitário promovido por meio de parceria, entre Prefeitura de Imperatriz e Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, TJMA, através da 2ª Vara da Família, Comarca local. Solenidade começou às 14h30, com assinatura dos documentos, e em seguida a celebração, na Concha Acústica da Avenida Beira Rio. Evento contou com apoio do 50º Batalhão de Infantaria de Selva, 50ª BIS, e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes.

“Esse projeto é a realização do sonho dessas pessoas. Graças à parceria Prefeitura, Judiciário e apoio de outras instituições, oferecemos mais dignidade, fortalecendo vínculos familiares, oportunizando ações que vêm em benefício dos mais carentes”, enfatizou Zigomar Filho, secretário de Desenvolvimento Social.

A culminância do evento ocorre na presença de juiz de paz, com matrimônio de pessoas solteiras, viúvas e divorciadas legalmente, independente de cerimônia religiosa. O casamento civil coletivo é realizado sem ônus para os casais participantes.

“O Projeto visa promover a regularização jurídica de casais que não tiveram oportunidade de oficializar a união, além de legitimar a vida conjugal e promover, de certa forma, a inclusão social, resgatando, entre outros, a autoestima”, destacou Adolfo Pires da Fonseca Neto, juiz da 2ª Vara da Família.

Entre os noivos, estava um casal de idosos que chamou a atenção. Depois de 48 anos de relacionamento, Tereza Alves Santos, 70, e Antônio Costa Silva, 72, moradores da Vila Nova, pais de 03 filhos, 44, 43 e 41 anos, resolveram oficializar a união. “Hoje é um dia muito especial, apesar de quase 50 anos juntos, levar o sobrenome do marido é muito gratificante e a Prefeitura dando essa oportunidade para nós, que não temos condições financeiras, é muito bom”, destacou Tereza.

Para Amanda Pereira Lima da Silva, 21, e Ednaldo do Nascimento Silva, 22, moradores do Parque das Estrelas e juntos há seis anos, foi a primeira vez no altar. “Essa é a primeira, e espero que seja a última vez que me caso. Estou completamente nervosa e ansiosa. Parece que voltei a ser adolescente novamente”, declarou a jovem.

O projeto foi instituído pela Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão em 1999, na gestão do então corregedor Jorge Rachid. Destinado a pessoas de baixa renda, já foram oficializadas mais de 100 mil uniões em todo o Estado. Em Imperatriz, somente no ano passado foram 1.050 matrimônios, por meio do Casamento Comunitário, que foi instituído na cidade em 2000 e, em cada edição, acontece são cerca de 200 casamentos, sendo que o maior até agora aconteceu em novembro de 2016, com a união de 750 casais.

Serviço

Apaixone-se por Imperatriz