Blog

Nossa Cidade

Memorial Padre Josimo Morais Tavares

O memorial, com fotos do sacerdote, encontra-se na escadaria da entrada do Centro Diocesano.

Publicado em: 14/05/2018 por Domingos Cezar

Lideranças religiosas dos estados do Maranhão e Tocantins prestigiaram, juntamente com a comunidade católica de Imperatriz, da celebração de inauguração do Memorial Padre Josimo Morais Tavares. O evento foi realizado na quinta-feira, 10 de maio de 2018, na entrada no Centro Diocesano de Imperatriz.

O memorial, com fotos do sacerdote, encontra-se na escadaria da entrada do Centro Diocesano, no exato local no qual, em 10 de maio de 1986, Padre Josimo Tavares foi assassinado. Na ocasião, ele tentava se dirigir à sala da Comissão Pastoral da Terra – CPT, onde teria reunião de trabalho com integrantes desse setor da Igreja Católica.

Nas margens da Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, em frente à entrada do Centro Diocesano os fiéis entoaram cânticos com letras alusivas à questão agrária. Na parte musical participaram os cantores Paulo Maciel e Terezinha do Brejão. O cantor católico Zé Vicente fez uma participação especial. 

Ao celebrar o ato religioso, o Bispo da Diocese de Imperatriz, Dom Vilson Basso saudou a todas as pessoas presentes e revelou que usou uma estola vermelha representando o sangue de todos que deram sua vida por uma causa justa ou pela causa do reino. “Neste meio insere-se a pessoa do Padre Josimo Tavares, um dos mártires de nossa Igreja”.

O líder religioso baseou sua breve pregação no Capítulo 5 do Livro de Mateus – O Sermão dos Montes As bem-aventuranças – destacando o Versículo 10, “Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus”. Dom Vilson Basso destacou a luta de Padre Josimo Tavares por uma sociedade justa e igualitária.

Presenças – Participaram do ato, dona Olinda Morais, 75, mãe do Padre Josimo Tavares; seu fiel companheiro Carlos Furlan, ex-prefeito de Sampaio (TO), do sindicalista João Palmeira Filho, do Movimento dos Atingidos por Barragens e da sindicalista Raimunda Quebradeira, que acompanhou as andanças de Padre Josimo pela região do Bico do Papagaio.

Nossa Cidade

Apaixone-se por Imperatriz