Cultura

CARAVANA

"Arte e Cidadania nas Escolas" destaca talentos em edição especial

Projeto foi realizado nas Escola Municipalizada Leôncio Pires Dourado

Publicado em: 05/10/2018 por João Rodrigues

Fundação Cultural de Imperatriz

"Arte e Cidadania nas Escolas" destaca talentos em edição especial

Programação contou com motivação para a prática da leitura, apresentação de dança e malabarismo. (Foto: Patrícia Araújo)

Enquanto o clima de eleição toma de conta do país, estudantes da Escola Municipalizada Leôncio Pires Dourado, Bairro Juçara, “mergulharam” numa aula diferente nesta sexta-feira, 5, e puderam mostrar seus talentos de habilidades. Eles participaram do evento de encerramento da terceira edição do “Caravana Arte e Cidadania nas Escolas”, deste semestre, desenvolvido pela Prefeitura de Imperatriz, via Fundação Cultural com apoio de parceiros como a Academia Imperatrizense de Letras, AIL.

Em sua nova versão, projeto voltado aos estudantes de 7 a 16 anos de escolas públicas municipais, foi aberto com momento espiritual, apresentação de dança, malabarismo, da cantora Suzana Alcântara e atividades de lazer sob a responsabilidade da professora de educação física Mara Nunes.

“Foi maravilhoso receber esta caravana na escola, pois descobrimos vários talentos, aqueles meninos tímidos mostraram do que são capazes e este trabalho belíssimo tem que ser estendido a todas as escolas do município”, comemorou a diretora da escola, Almira Rejane.

A estudante Kamylle Barbosa de Oliveira, 16 anos, destaca que gostou muito das ações. “No início a gente teve um pouco de dificuldade para pegar o jeito da dança, deu um pouco de vergonha, mas no final foi ótimo”, revelou.

Na edição desta semana, o professor José de Ribamar Silva, integrante da Academia Imperatrizense de Letras prestigiou o evento e deixou uma mensagem de incentivo a leitura aos colegiais.

O presidente da Fundação Cultural, José Carneiro Santos, Buzuca, avaliou a edição. “Nós temos um compromisso com as escolas e estamos cumprindo rigorosamente. Todas as sextas têm a culminância do projeto e o mais importante é ver a alegria e o envolvimento dos estudantes em cada escolas que visitamos”.

Osório Neto, coordenador do projeto, reafirmou que a iniciativa atinge os objetivos, principalmente, numa situação como a desta sexta em que o país praticamente parou em razão das eleições e a caravana manteve suas atividades normais. “A gente consegue levar a cidadania cultural às escolas e fazer com que os alunos possam mostrar seus dotes artísticos e culturais, tanto na linguagem musical, poesia, quanto na dança e no entretenimento do circo. Estamos cumprindo nossas metas”, encerrou.

Cultura

Apaixone-se por Imperatriz