OUTUBRO ROSA

OUTUBRO ROSA

Unidade Móvel Oncológica realiza encontro especial para professores

A ação integra o calendário de atividades da campanha aliado à data comemorativa do dia dos professores

Publicado em: 12/10/2017

Unidade Móvel Oncológica realiza encontro especial para professores

A palestra do médico oncologista Gumercindo Filho foi muito concorrida.

Tão importante o quanto ser um bom professor é ser um profissional saudável para garantir a continuidade da nobre missão em sala de aula. Foi com essa lógica que a Unidade Móvel Oncológica, programa da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), promoveu, na quarta-feira (11), ação especial voltada aos educadores na Secretaria Municipal de Educação (Semed) como parte da campanha “Outubro Rosa”.

Com a unidade móvel estacionada em frente à Semed, o oncologista Gumercindo Filho ministrou palestra sobre o câncer de mama para os servidores da Educação. Também foram realizados cadastros para atendimento na unidade móvel e oferecidos serviços como aferição de pressão arterial, atendimentos com psicólogos e nutricionistas, café da manhã, música ao vivo, animação com artista local, e até sorteio de brindes aos educadores.

“Nós deslocamos a unidade aqui na Secretaria de Educação como forma de dar um alerta, conscientizar os professores da rede municipal de ensino para realizar seus exames preventivos e facilitar o acesso deles, que em muitas das vezes estão em sala de aula e sentem dificuldade de procurar um posto de saúde”, explicou a coordenadora do programa, Vilenice Batista.

A palestra foi muito concorrida. O auditório estava lotado e algumas pessoas participaram fazendo perguntas ao médico. “Acho que esse encontro foi importante para mostrar o problema de saúde pública que é o câncer, em especial, o câncer de mama, enfatizando os fatores de risco, o que a pessoa tem que fazer para diminuir esse risco e como proceder em caso de algum sintoma ou alteração que é procurar um médico”, detalhou o oncologista.

Gumercindo Filho fez questão de lembrar que o diagnóstico do câncer não é mais um “decreto” de morte, mas uma etapa de tratamento que a pessoa vai atravessar em prol de sua saúde. “Este papo com os professores, o pessoal da Secretaria de Educação, é isso, fazer essa troca de informações e uma questão de saúde, trazer consulta para os profissionais”, arrematou.

A professora Valdina Aguiar aprovou a programação especial da Unidade Móvel Oncológica. “Isso é o que o professor precisa realmente, desse olhar diferenciado para sua saúde. Então tem que partir do próprio professor, saber que ele precisa buscar, e esse momento da palestra foi exatamente sobre isso, informar sobre o câncer e despertar o professor”, avaliou Valdina Aguiar lotada na Semed.

Com a experiência de vinte anos em sala de aula, a professora Elisandra Lima Carneiro confirmou que os professores não costumam ter tempo para procurar a assistência à saúde.

“O professor tem uma rotina muito puxada, tem professor que trabalham três horários. Então estes momentos são importantes até para conscientizá-los sobre a saúde”, destacou a educadora acrescentando que a profissão de professor é bonita e merece todas as honras.

 

OUTUBRO ROSA

Apaixone-se por Imperatriz